domingo, 8 de julho de 2012

DEMOLIÇÃO EM CACHOEIRA PAULISTA

Este lindo prédio de dois pavimentos foi construído em 1928,e durante a  revolução de 1932, quando a população  foi evacuada e a cidade foi ocupada pelas tropas paulistas,  teria sido, segundo moradores mais antigos, o posto de telégrafo das tropas. 
Localizava se na região central da cidade e estava em excelente estado de conservação. Sua demolição foi iniciada  para  dar espaço a um estacionamento, mas hoje no local não há nem o edifício e nem o estacionamento  o que prova que sua demolição foi desnecessária e evitável.

 Foto: Horadepreservar.blogspot.com.br

 Foto: Horadepreservar.blogspot.com.br

 Foto: Horadepreservar.blogspot.com.br

 Foto:horadepreservar.blogspot.com.br

 Foto: Horadepreservar.blogspot.com.br
Esta faixa diz :
Ampliação do estacionamento.
É o Produtor Supermercado trabalhando para melhor atender você. 

Será?
Será que destruir o patrimônio histórico de uma cidade é trabalhar por seus habitantes?

 Foto: Horadepreservar.blogspot.com.br

6 comentários:

  1. Parabens ao tal supermercado! Pela sua burrice, deveria ganhar uma medalha de chumbo. Sugiram a ele demolir a estação também, a área é maior para fazer um supermercado!

    ResponderExcluir
  2. Mais uma prova de que o IPHAN nada mais é do que um órgão inútil, ineficiente, ineficaz e incompetente, patrocinado pelos nossos impostos. Ralph, quanto a demolir a estação, basta dar um trocado para o tempo.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Tais problemas serão facilmente resolvidos se for assinado o ACORDO DE COOPERAÇÃO FEDERATIVA DO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA, estruturando o município com o seu SMC - Sistema Municipal de Cultura, conforme orientação do MinC - Ministério da Culura.

      Os Componentes do Sistema Municipal de Cultura é assim constituído:

      I - Coordenação:
      a) Secretaria Municipal de Cultura (ou órgão equivalente);

      II - Instâncias de Articulação, Pactuação e Deliberação:
      a) Conselho Municipal de Política Cultural;
      b) Conferência Municipal de Cultura;

      III - Instrumentos de Gestão:
      a) Plano Municipal de Cultura;
      b) Sistema Municipal de Financiamento à Cultura;
      c) Sistema de Informações e Indicadores Culturais;
      d) Programa de Formação na Área da Cultura.

      IV - Sistemas Setoriais de Cultura:
      a) Sistema Municipal de Patrimônio Cultural
      b) Sistema Municipal de Museus;
      c) Sistema Municipal de Bibliotecas
      d) Outros

      Observações Importantes:

      1 - Este Plano de Trabalho é um modelo indicado pelo MinC, a ser adaptado à realidade de seu município.

      2. É desejável que o Sistema Municipal de Cultura contenha todos os componentes acima, bem como outros que venham ser a criados por iniciativa do Município. No entanto, deverá ter, no mínimo, os seguintes componentes: Secretaria Municipal de Cultura (ou órgão equivalente), Conselho Municipal de Política Cultural, Conferência Municipal de Cultura, Plano Municipal de Cultura e Sistema Municipal de Financiamento à Cultura (com Fundo Municipal de Cultura.

      3. A lei do Sistema Municipal de Cultura deve prever a elaboração, a cada dez anos, do Plano Municipal de Cultura (PMC). Por ser temporário, cada Plano Municipal de Cultura deve ser objeto de uma lei própria e, assim, o Plano de Trabalho deve especificar as etapas necessárias à elaboração e aprovação do primeiro Plano Municipal de Cultura.

      4. No cronograma do Plano de Trabalho, as datas (inicial e final) de cada etapa, devem ser dentro do prazo de vigência do Acordo de Cooperação Federativa, que é da data de sua celebração.

      5. No caso do município já ter implantado um ou mais destes componentes, e estando em acordo com os princípios do Sistema Nacional de Cultura, estes devem ser indicados no Plano de Trabalho como já instituídos. Porém, caso não estejam em acordo com o SNC, a readequação destes instrumentos deverá ser prevista no Plano de Trabalho.

      Fonte: Ministério da Cultura.

      PS: A intenção do Governo Federal é fazer repasses diretamente do Fundo Federal de Cultura e Fundo Estadual de Cultura para o Fundo Municipal de Cultura, praxe essa que já ocorre com as áreas da Saúde e Educação.

      Espero ter colaborado.

      Vicente de Paulo Vale


      Excluir